Política

 Enviar matéria por e-mail

Janot defende atos de Cunha e critica Dilma

Tamanho da Fonte      Redação Jornal Coletivo

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, defendeu, em parecer enviado ao STF a atuação de Eduardo Cunha (na condução do impeachment de Dilma Rousseff. No mesmo documento, Janot criticou ação da defesa da petista que buscava anular o processo no Congresso. “Os atos praticados até aqui possuem consistência e fundamentação jurídica mínimas, aptas à deflagração do processo”, escreveu o procurador sobre o ato de Cunha que iniciou o impeachment. Quanto à ação de Dilma contra o processo, Janot afirmou que o objetivo era “retardar – ou mesmo impedir, marcha do procedimento”.


Classificação Atual       ( 0 ) Dê a sua classificação:      


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Grupo Comunidade

Home | Contato | Expediente | Anuncie | Receba nossas Publicações

Grupo Comunidade de Comunicação © 2008 | Política de Privacidade | Termos de uso