Mundo

JORNAL VIRTUAL
CHARGE DO DIA
Clique para ampliar

 Enviar matéria por e-mail

Ação do terror já matou mais de 200 civis

Estado Islâmico reivindicou os novos ataques que podem ter mais vítimas

Tamanho da Fonte      Redação Jornal Coletivo

[legenda=Pais choram morte de filhos após a série de atentados que atingiu o país]Iraque – Já passam de 200 os mortos em ataques desferidos no país entre a noite de sábado (2) e a madrugada de domingo (3), mas o número de vítimas fatias podem aumentar já que existem centenas de feridos. O grupo terrorista e extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou a ação, a mais sangrenta em um ano na capital iraquiana. O mais letal dos ataques ocorreu na região de Al Karrada quando um suicida detonou um caminhão frigorífico que trafegava no meio de uma multidão reunida perto da sorveteria Yabar Abu al Sharbat, a mais popular e antiga de Bagdá. Uma outra explosão atingiu uma movimentada área comercial do centro da capital  que estava repleta de gente devido ao Ramadã, mês de jejum muçulmano. O artefato explodiu na estrada em um mercado em al-Shaab, um distrito xiita popular do norte da capital. O ataque com bombas é o mais mortal no país desde que as forças iraquianas desalojaram no mês passado militantes do Estado Islâmico de Fallujah, reduto do grupo a oeste da capital que servia como plataforma para o lançamento de ameaças desse tipo. O EI  advertiu que “com a permissão de Deus prosseguirão os ataques dos mujahedins contra os renegados”.


Classificação Atual       ( 0 ) Dê a sua classificação:      


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Grupo Comunidade

Home | Contato | Expediente | Anuncie | Receba nossas Publicações

Grupo Comunidade de Comunicação © 2008 | Política de Privacidade | Termos de uso